Encontro
Programa RIOFÁRMACOS é tema de conversa com os associados
Encontro
Sinfar recebe Dra. Mariah Ultramari
Encontro
Sinfar debate análise de risco com associados

Nova Diretoria toma posse

posse-nova-diretoria-sinfarTomou posse, no dia 11 de outubro, a nova Diretoria do Sinfar, após eleição realizada no dia 2 de agosto. A cerimônia aconteceu na Casa FIRJAN e reuniu os diretores eleitos, associados e convidados.

botao-leia-mais

 

 


Publicada lista de Denominações Comuns Brasileiras atualizada

A Anvisa publicou a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 764/2022, que atualiza a lista das Denominações Comuns Brasileiras (DCBs). A norma incluiu quatro novas nomenclaturas. São elas: alfaonfiloctocogue, nirsevimabe, talquetamabe, fluorbutinilmetiltroparil (18 F).

 

A lista consolidada das DCBs está disponível em uma página específica do portal. Clique aqui e confira. Nesse espaço, você encontrará também outras informações relacionadas ao tema, tais como legislação, manual e formulários para inclusão, alteração e exclusão de denominações.

 

Acesse a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 764/2022.

 

Entenda

A partir da criação do medicamento genérico, a Lei 6.360/1976 passou a prever a Denominação Comum Brasileira (DCB) como a denominação do fármaco ou do princípio farmacologicamente ativo, oficialmente utilizada no Brasil, aprovada pelo órgão federal responsável pela vigilância sanitária.

 

Desde então, passou a ser obrigatória a utilização das DCBs em dossiês de registro de medicamentos, rotulagem, textos de propaganda, processos de licitação, documentos relativos à produção e à comercialização nacional e internacional de IFA, atos regulatórios e em publicações científicas.

 

A adoção da Denominação Comum Brasileira facilita a identificação correta dos insumos, seu rastreamento e o atendimento às necessidades de intercambialidade de medicamentos a partir das prescrições médicas.

 

Fonte: Anvisa