Ministério da Saúde quer ampliar tratamento precoce contra HIV

O governo federal quer ofertar os medicamentos de controle da aids (antirretrovirais) para todos os portadores do vírus, independentemente do estágio da doença.

Em agosto do ano passado, o Ministério da Saúde já havia ampliado o tratamento precoce em duas situações: quando a contagem das cédulas CD4 (que indicam o funcionamento do sistema imunológico) fosse de até 500 células/mm³ (até então era de 350), e em casais sorodiscordantes, como forma de reduzir a chance de o parceiro com vírus infectar o outro.

Agora, a intenção é expandir o tratamento para todos aqueles que recebem o diagnóstico. O objetivo da nova estratégia é reduzir a transmissão do HIV e melhorar a qualidade de vida das pessoas infectadas.

 

Fonte: Folha de S. Paulo