Governo autoriza reajuste de até 12,5% no preço dos remédios

reajuste-preco-medicamentos​Os preços dos remédios poderão subir até 12,5% a partir desta sexta-feira (1/4). Resolução da Câmara de regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) fixou em 12,5% o reajuste máximo permitido aos fabricantes na definição dos preços dos medicamentos. A decisão foi publicada hoje - 1º de abril - no Diário Oficial da União.

 

A regulação é válida para um universo de mais de 9 mil medicamentos com preços controlados pelo governo.